Browsing Tag:

Romance de Época

A irmã da sombra (Lucinda Riley)

Posted in Livros by

2 - A irmã da sombraEm A irmã da sombra, terceiro volume da série As Sete Irmãs, duas jovens igualmente determinadas, porém de séculos distintos, conectam-se por meio de diários que retratam uma vida intensa de superação, amor e perdão. Estrela D’Aplièse está numa encruzilhada após a repentina morte do pai, o misterioso bilionário Pa Salt. Antes de morrer, ele deixou a cada uma das seis filhas adotivas uma pista sobre suas origens, porém a jovem hesita em abrir mão da segurança da sua vida atual. Enigmática e introspectiva, ela sempre se apoiou na irmã Ceci, seguindo-a aonde quer que fosse. Agora as duas se estabelecem em Londres, mas, para Estrela, a nova residência não oferece o contato com a natureza nem a tranquilidade da casa de sua infância. Insatisfeita, ela acaba cedendo à curiosidade e decide ir atrás da pista sobre seu nascimento. Nessa busca, uma livraria de obras raras se torna a porta de entrada para o mundo da literatura e sua conexão com Flora MacNichol, uma jovem inglesa que, cem anos antes, morou na bucólica região de Lake District e teve como grande inspiração a escritora Beatrix Potter. Cada vez mais encantada com a história de Flora, Estrela se identifica com aquela jornada de autoconhecimento e, pela primeira vez, está disposta a sair da sombra da irmã superprotetora e descobrir o amor.

Quem me acompanha aqui no blog ou lá no canal, certamente já me ouviu reclamar que não gosto de séries de livros. Mas essa série é impossível não gostar, impossível não se apaixonar pela irmãs criadas pela maravilhosa Lucinda Riley. Portanto essa é a única série que eu acompanho e certamente vou acompanhar até o fim. Confira no vídeo o que eu achei de mais essa linda história de amor que mistura o presente e o passado. Ah, e se curtir o vídeo, não esqueça de deixar o seu like e se inscrever no canal ok? Beijos e até a próxima!

a irmã da sombra

A filha da Tempestade – Lucinda Riley (Série as 7 irmãs – Livro 3)
Editora Arqueiro
Ano: 2016 / Páginas: 512
Comprar: AMAZON
5 star

02/10/2017
/

A dama de papel

Posted in Livros by

a damaLocalizado na zona periférica de Londres em meados do século XIX, o bordel de Molly está sempre repleto de fregueses: ricos e pobres, magnatas e operários. O que nenhum deles sabe – nem mesmo as outras trabalhadoras do estabelecimento – é que a dona do prostíbulo optara por ser “mulher da vida fácil” após fugir de um casamento forçado, abrigando-se nas entranhas de um cortiço na busca indelével por liberdade. Certa vez, no entanto, Molly é inebriada pelas propostas de um cliente: Charles O’Connor, o herdeiro de um império têxtil, deseja que ela seja somente sua. Molly, arrebatada pelas sensações provocadas pelo novo amante, se vê obrigada a questionar o modo de vida que conduzira com orgulho até então, além de testar os limites da liberdade obtida a duras penas. Entregues à avassaladora paixão e à incrível química sexual que os unem, Molly e Charles precisarão enfrentar as represálias sociais e a moral conservadora da época para dar continuidade a este amor proibido. Mas terão de pagar um preço alto por suas decisões.

A história de Melinda se passa na belíssima Londres de 1875. Melinda, ou melhor, Molly, é uma mulher muito a frente do seu tempo e do pensamento conservador da época. Arredia e rebelde, é extremamente difícil aceitar o noivo que seu pai escolheu para ela. Albie, é um velho nojento e asqueroso e Molly não aceitou seu futuro. Fugindo de casa na calada da noite, ela enfim escolheu seu destino. Mas o destino as vezes nem sempre é o que se espera.
Acolhida por uma prostituta, Molly enfim, aprende o poder que seu corpo e suas entranhas pode ter sobre um homem. Enfim, se torna uma das prostitutas mais requisitadas do bordel em que foi acolhida. Certo dia, ela recebe uma proposta do mais novo cliente, Charles O’Conel, herdeiro de um império.
Molly se entrega às promessas de amor de Charles. Porém, a diferença financeira e de status dos dois é um grande empecilho desse amor.

a dama de papel
Uma paixão avassaladora e arrebatadora. Será que ambos estarão prontos para fazer escolhas? Será que conseguirão enfrentar o mundo diante de todas as dificuldades? Será que o amor supera qualquer coisa?
Molly e Charles sentirão na pele a dor e a alegria que só sente, quem ama desesperadamente e de verdade.Eu fiquei extremamente surpreendida com esse livro. Uma leitura muito fácil e envolvente. Levei apenas um dia para ler.
Alguns trechos me fizeram pensar no nosso papel como mulher, perante a sociedade naquela época. Se hoje já é difícil, imagina para uma mulher que ousava desobedecer uma ordem. Imagina ser prostituta quando eramos educadas para falar apenas quando permitido? Tratadas como ratazanas, as prostitutas não tinham outra opção a não ser, dar seus corpos à quem lhes pagassem. Ser mulher e independente, custava muito caro, custava a vida muitas vezes, a dignidade e a alegria. Porque a única opção que as mulheres tinham, era se prostituir para não morrer de fome.

Mas morriam de coisas bem piores, como: o julgamento das pessoas, a solidão… Morriam de infecção por causa de abortos, morriam e não tinham ninguém para chorar por elas. Eram esquecidas, abandonadas, a parte podre da sociedade. No entanto, ouso dizer, que a parte podre de verdade, estavam dentro das casas grandes, nas mãos manchadas de sangue, na hipocrisia dos homens de bem, que durante o dia execrava essas mulheres e, na mesma noite, deitavam-se com elas e lhes faziam juras de amor eterno.
Catarina Muniz, faz a gente se imaginar dentro da história, vivendo a vida daquelas mulheres, sentindo suas dores, angústias e tristezas. Elas não tinham valor algum, apenas por não terem um marido do lado. Não tinham liberdade, não tinham nada. Essa história me fez feliz e triste.
É um romance sensual e, apesar de não gostar muito desse tipo de leitura, não achei chato. Muito pelo contrário, achei o erotismo na medida certa. Naquela medida que você se imagina na personagem. Recomendo muito e espero ler mais dessa autora que além de mulher, é brasileira e nordestina.

A dama de papel – Catarina Muniz
Universo dos Livros
Ano: 2015 / Páginas: 256
Comprar: AMAZON
5 star

escrito por di azevedo

06/09/2017
/

[Resenha] Sra. Poe

Posted in Livros by

36-sra-poe1845: O Corvo, de Edgar Allan Poe, alcança os padrões de perfeição literária e está no auge da moda – sucesso com o qual uma poetisa esforçada como Frances Osgood só pode sonhar. Apesar de não ser grande fã dos escritos de Poe, ela vê com entusiasmo a chance de conhecê-lo e, em um sarau literário, fica atraída por sua magnética presença – e pela surpreendente revelação de que ele admira o seu trabalho. Flerte e sedução culminam em um romance proibido. Mas quando a frágil mulher de Edgar insiste em se tornar amiga de Frances, o relacionamento se torna tão ambíguo e tortuoso quanto um dos contos de Poe. Inspirado na vida e na escrita de Poe e Osgood, e baseado em autênticos detalhes históricos, Sra. Poe é uma história de tragédia e perda envolta em uma aura de paixão e vitalidade.

Este vídeo, coincidentemente, foi postado dia 7 de outubro, que é a data de aniversário de morte de Edgar Allan Poe.”Sra. Poe”  narra o triângulo amoroso entre Poe, sua esposa Virgínia e Frances Osgood. Vem conferir minhas impressões sobre esta obra sombria e misteriosa. Se gostar do vídeo, não esqueça de dar um like para  ajudar na divulgação do canal. E se ainda não se inscreveu no canal, inscreva-se para ficar de olho em todas as novidades.

sra-poe

Sra. Poe – Lynn Cullen
Bertrand Brasil
Ano: 2016 / Páginas: 400
COMPRAR: AMAZON|AMERICANAS|SUBMARINO
4 star

comprando

02/11/2016
/

[Resenha] Uma mulher livre

Posted in Vídeos by

31-uma-mulher-livre-setembroDos deslumbrantes salões de baile de Manhattan para os horrores da Primeira Guerra Mundial, Danielle Steel nos leva para um mundo fascinante de uma jovem de espírito indomável. Nascida numa vida de luxo e glamour, Annabelle Worthington carrega o sobrenome, e a nobreza, de uma das famílias mais influentes de Nova York. Até que, num dia cinzento de abril, o Titanic afunda, levando junto o seu mundo. Seus pais e seu irmão mais velho estavam na viagem inaugural do majestoso navio, e apenas sua mãe sobreviveu. Para tentar confortar seu coração, Annabelle se voluntaria para trabalhar em um hospital, ajudando a cuidar dos enfermos, onde descobre sua verdadeira vocação. E, quando um homem nobre a pede em casamento, ela acredita que, enfim, voltará a ter dias felizes. Porém, novamente, o destino lhe prega uma peça, colocando-a no centro de um escândalo. Para fugir da tristeza que sua vida se tornou, ela vai para a Europa trabalhar no front da Primeira Guerra Mundial, ajudando a salvar os feridos. Na França, no auge do conflito, Annabelle consegue realizar um grande sonho: estudar medicina. O problema é que, mais uma vez, sua fé é colocada à prova, e ela precisará tentar retirar forças de uma grande tragédia se quiser renascer para uma nova vida. Com uma narrativa de tirar o fôlego e repleta de detalhes históricos, Danielle Steel nos apresenta uma de suas personagens mais fascinantes e singulares, e sua história inspiradora de dignidade, coragem e amor pela vida.

A muitos anos eu não lia Danielle Steel, mas sempre gostei muito dos livros dela. “Uma mulher livre” é mais uma belíssima história que foca na vida de uma mulher que sofre muitas perdas e enfrenta muitos percalços na vida até superar sua dor. Vem conferir no vídeo o que eu achei desse livro. E se gostar, não esqueça de dar like no vídeo e se ainda não é inscrito, inscreva-se para ficar por dentro de todas as novidades. :)

uma-mulher-livre

Uma mulher livre – Danielle Steel
Editora Record
Ano: 2016 / Páginas: 294
Comprar: Amazon|Americanas|Submarino
4 star

comprando

28/09/2016
/

[Resenha em vídeo] A irmã da Tempestade

Posted in Vídeos by

12 - A irmã da TempestadeEm “A irma? da tempestade”, segundo volume da se?rie As Sete Irma?s, as vidas de duas grandes mulheres separadas por gerac?o?es se entrelaçam numa histo?ria sobre amor, ambiça?o, fami?lia, perda e o incri?vel poder de se reinventar quando o destino destro?i todas as suas certezas. Ally D’Aplie?se e? uma grande velejadora e esta? se preparando para uma importante regata, mas a noti?cia da morte do pai faz com que ela abandone seus planos e volte para casa, para se reunir com as cinco irma?s. La?, elas descobrem que Pa Salt – como era carinhosamente chamado pelas filhas adotivas – deixou, para cada uma delas, uma pista sobre suas verdadeiras origens.
Apesar do choque, Ally encontra apoio em um grande amor. Pore?m mais uma vez seu mundo vira de cabeça para baixo, enta?o ela decide seguir as pistas deixadas por Pa Salt e ir em busca do pro?prio passado.
Nessa jornada, ela chega a? Noruega, onde descobre que sua histo?ria esta? ligada a? da jovem cantora Anna Landvik, que viveu ha? mais de cem anos e participou da estreia de uma das obras mais famosas do grande compositor Edvard Grieg. E, a? medida que mergulha na vida de Anna, Ally começa a se perguntar quem realmente era seu pai adotivo.

Mais uma linda história de romance de época, mesclado com dias atuais que só Lucinda Riley sabe escrever tão bem. É o segundo volume da série “As sete irmãs” mas os livro pode tranquilamente ser lido separadamente. Mas é claro que seguir a ordem cronológico é muito melhor, assim não se perde nenhum detalhe da personalidade dessas irmãs tão distintas. Quer saber o que eu achei dessa história? Vem ver o vídeo! E não esqueça de deixar o seu like  e se escrever no canal se ainda não for inscrito. Beijos e até a próxima! :)

luci

A irmã da tempestade – Lucinda Riley
Editora Arqueiro
Ano: 2015 / Páginas: 528
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
4 star

comprando

06/05/2016
/

[Resenha] A garota do penhasco

Posted in Livros by

52 - A garota do penhascoA Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas.

Mais um romance fascinante desta autora que já se tornou a tempos minha autora favorita de romances de época. Lucinda Riley tem o dom para tocar o coração do leitor e encantar com suas histórias que atravessam gerações. Dessa vez não foi diferente. A garota do penhasco é um livro encantador.

Grania Ryan acaba de sofrer uma grande perda em sua vida, devido a um aborto seus sonhos são brutalmente interrompidos. Sem saber como lidar com tamanha tristeza, ela acaba abandonando Matt, com quem vivia a oito anos em Nova Iorque e volta para a Irlanda, viver ao lado de seus pais em uma pequena propriedade rural. Sua intenção é colocar seus pensamentos em ordem e tentar amenizar um pouco dessa tristeza que a está consumindo. Só então poderá retomar sua bem-sucedida carreira de escultora. Mas o que Grania nem imagina é que justamente nesse lugar remoto do interior da Irlanda, é que vai encontrar um verdadeiro sentido para sua vida.

Ao avistar, na beira de um penhasco, uma menina frágil com um vestido esvoaçante Grania se aproxima da criança com um instinto de cuidado e preocupação. Aurora Devonshire, uma criança carente, mas extremamente esperta, imediatamente conquista o coração de Grania, que acaba depositando na menina todo o sentimento maternal que estava guardado dentro dela. Aurora é órfã de mãe, vive somente com o pai, que é muito ausente, em uma grande propriedade vizinha aos pais de Grania. A afinidade das duas é imediata e impressionante.

Ao comentar com a mãe sobre a menina que acabou de conhecer no penhasco e sobre a afinidade das duas, sua mãe imediatamente se mostra preocupada e pede para Grania se afastar desta criança. Sem entrar em muitos detalhes, a mãe apenas comenta que a família da menina, principalmente a mãe, Lily Lisle, já falecida, causou uma grande mágoa para sua própria família, portanto, não quer contato algum com qualquer membro daquela família que tanto os fez mal no passado.

a garota do penhasco

Mas a advertência da mãe é inútil e Grania está cada dia mais ligada em Aurora. Por isso, não pensa duas vezes quando o pai da menina, Alexandre Devonshire, pede que ela cuide de Aurora por algumas semanas enquanto ele parte de viagem a trabalho. A mãe de Grania fica transtornada em saber que a filha aceitou ficar naquela casa cuidando da menina por tanto tempo e então decide começar a contar toda a longa história das famílias Ryan e Lisle, que a muitas gerações são interligadas por laços de amor e ódio.

Quem nos conta uma parte dessas  histórias, ao longo de suas 528 páginas é a própria Aurora. Nas histórias do passado conhecemos pessoas incríveis como Mary e Jeremy, Anna, Sophie, Lily, cada um com sua carga de dramas e sofrimentos.  Lucinda trabalha muito bem seus personagens, desde o mais frágil até o mais determinado deles, fazendo com que seja impossível o leitora não se afeiçoar a esses personagens tão completos e críveis. Neste livro em particular, eu senti que a autora focou mais no lado dramático do que no lado romântico da vida de seus personagens.

O leitor não deve se assustar com o tamanho desses romances maravilhosos de Lucinda Riley. A narrativa da autora é tão envolvente, enlaça o leitor de uma tal maneira, que não sobra tempo de ter preguiça de ler ao ver o tamanho do calhamaço :) Aconselho a ter sempre a mão durante a leitura, um lencinho, pois inevitavelmente, em algum momento da trama você vai precisar. Eu não me canso de elogiar essa autora e de me admirar com tantos personagens tão reais que ela cria. Difícil é acreditar que não são  pessoas e histórias verdadeiras, que em algum momento da vida realmente existiram. Leitura super indicada. Eu amei!!! Leiam!

A garota do penhasco – Lucinda Riley
Novo Conceito
Ano: 2013 / Páginas: 528
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
5 star

05/11/2015
/

[Resenha em vídeo] Uma loja em Paris

Posted in Vídeos by

Aproveitando que estou super empolgada para gravar vídeos, acabei de fazer uma Resenha em vídeo. O livro escolhido foi “Uma loja em Paris“. Me encantei tanto por esse livro que resolvi compartilhar o meu amor por ele gravando um vídeo. É claro que as resenhas escritas irão continuar, mas se vocês gostaram desse formato, eu posso postar algumas resenhas em vídeo. Se gostou, não esqueça de dar um joinha na página do Youtube, assim ajuda na divulgação do vídeo. :)

 

capa uma loja em paris5
 
 

 
Uma loja em Paris – Màxin Huerta
Essência
256 páginas
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
5 star
30/03/2015
/

Sorteio no Facebook [Ligeiramente Casados]

Posted in Sorteios by

Mais um super sorteio rolando na fanpage do blog no Facebook. Dessa vez o livro sorteado é o romance de época “Ligeiramente Casados” em parceria com a Editora Arqueiro. Para acessar o link do sorteio clique AQUI. Para ler a resenha do livro, clique AQUI. Participem e boa sorte a todos! :)

Sorteio Ligeiramente casados

19/02/2015
/

[Resenha] Ligeiramente casados

Posted in Livros by

2 - Ligeiramente casadosÀ beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse Custe o que custar. Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum. Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela… a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias. Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar. Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados…

Ligeiramente casados é o primeiro volume da nova série de Romance de Época lançado pela Editora Arqueiro. A história toda vai girar em torno de um casamento arranjado entre o lorde Aidan Bedwyn e Eve Morris. Ao presenciar os momentos finais de vida do capitão Percival Morris, Aidan Bedwyn, seu  oficial superior promete cumprir seu último desejo, que é entregar a notícia de sua morte  à sua irmã e protegê-la. Percival havia salvado sua vida tempos atrás então seria uma questão de honra cumprir sua promessa.

Ao procurar Eve,  a irmã de Percival, Aidan conhece uma mulher forte, independente, caridosa e bem sucedida financeiramente, dona do Solar Ringwood, uma próspera propriedade. Eve sempre  teve um coração gigante e costuma abrigar e empregar pessoas  que foram abandonadas pela sociedade. Acolheu  os irmãos órfãos Davy de 7 anos e Becky de 5. Sem saber como ser útil e proteger Eve, Aidan procura saber mais sobre ela e acaba descobrindo que Eve está prestes a perder sua herança e ser despejada de sua propriedade.  A menos que se case em quatro dias, que é quando completa um ano da morte de seu pai.

650

Relutante no início Eve percebe que essa é sua única saída, não quer nem pensar na hipótese de deixar seus “dependentes” sem teto. O arranjo é feito e então Eve e o lorde Aidan Bedwyn estão casados. A ideia era, após o casamento, cada um voltar a ter sua vida normal, ela vivendo no campo e ele voltando à sua carreira militar. Mas o que era para ser apenas um casamento de conveniência acabou ganhando  enormes proporções. Pois o Duque de Bewcastle, irmão mais velho de Aidan descobre que ele se casou e agora exige que ele apresente sua esposa à corte e que a nova integrante da família Bedwyn assuma seu lugar de esposa ao lado do lorde Aidan Bedwyn.

Ligeiramente casados é um livro de leitura fácil e agradável. Os personagens são extremamente cativantes. Eve é aquele tipo de mocinha forte e determinada, mas sem deixar o orgulho governar sua vida. Amorosa e extremamente caridosa ela conquista o leitor logo  no início. Aidan apesar de ser sisudo é um homem  honrado e de bom coração. A autora conduz o romance de forma lenta e minuciosa, o amor entre o casal vai acontecendo devagarzinho.  Escrito em terceira pessoa, a autora nos mostra ambos os pontos de vista em relação ao romance. A história não me fisgou nas primeiras páginas, mas a partir da metade, não dá vontade de largar o livro. Certamente quero continuar essa série, que são de 6 livros no total. Leitura super indicada para fãs de romance de época. Leiam!

Ligeiramente casados – Mary Balogh
Editora Arqueiro
287 páginas
Comprar: Submarino||Saraiva||Americanas
4 estrelas
sobre a autora
Autora premiada e presença constante nas listas de best-sellers do New York Times, Mary Balogh cresceu em Gales, terra de mar e montanhas, músicas e lendas. Ela levou consigo a música e uma imaginação vívida quando se mudou para o Canadá. Aí desenvolveu uma segunda carreira como autora de livros com finais felizes e que celebram o poder do amor. Os seus romances históricos venderam já mais de 4 milhões de exemplares em todo o mundo.

 

 

 

 

 

27/01/2015
/

As sete irmãs

Posted in Livros by

52 - As sete irmãs Agora que Maia e suas irmãs perderam o pai, cada uma delas tem em suas mãos a decisão de buscar ou não a verdade sobre sua família biológica. Maia não resiste ao chamado do passado e é atraída até o Rio de Janeiro, onde, auxiliada pelo escritor Floriano, irá mergulhar em uma história quase centenária. Nos anos 20, uma paixão devastadora entre uma aristocrata brasileira e um escultor francês é sufocada pelas convenções sociais. Uma pequena placa de pedra-sabão eternizou o amor de Izabela e Laurent, selando o destino de Maia. A escritora best-seller Lucinda Riley mergulhou na cultura e na história do nosso país para conhecer de perto os mitos e verdades sobre a construção de um dos mais emblemáticos monumentos à nossa fé: o Cristo Redentor. O resultado dessa experiência é uma trama surpreendente e sensual, recheada de elementos exóticos. A partir do momento em que, junto com Maia, aterrissamos no Rio de Janeiro, não vamos nos separar dela enquanto não decifrarmos os segredos de seu passado. E esse é apenas o começo da viagem.

As sete irmãs é o primeiro livro de uma série de (óbvio) sete. Cada um deles vai contar a saga de uma das irmãs adotadas por Pa Salt, um rico e misterioso homem solteiro. Maia é a irmã mais velha, a primeira que foi adotada por Pa Salt. Talvez por isso, ela seja a âncora da família, aquela que continua morando na exótica e belíssima ilha de “Atlantis“, na Suiça. Aquela a quem todas as outras cinco irmãs recorreram no momento mais difícil de suas vidas. A morte de seu pai. As irmãs sempre conviveram com o luxo e a riqueza, mas agora que são todas adultas, cada uma delas buscou o rumo de sua própria vida, longe de Atlantis.

As sete irmãs

As sete irmãs

Com a notícia da morte do pai, todas estão novamente de volta à Atlantis, para terem uma reunião com o advogado do pai. Este já tinha várias instruções para serem passadas às irmãs, quando o momento da morte de Pa Salt chegasse, já que o pai se encontrava na casa dos oitenta e poucos anos. Após uma longa conversa com o advogado, cada uma recebeu uma carta, onde estaria uma despedida pessoal de seu pai e também algumas pistas e as coordenadas geográficas do local exato do mundo onde ele adotou cada uma das filhas. Cabe a cada uma delas decidir se quer descobrir suas origens ou não.

Neste primeiro livro, a história gira em torno de Maia. Aos 36 anos ela é uma mulher insegura, amedrontada e acomodada. Acontece que as palavras de seu pai na carta mexeram tanto com ela, principalmente a frase ” Nunca deixe o medo decidir seu destino“… que após receber as pistas de sua origem, ela toma a mais corajosa e atrevida decisão de sua vida. Parte imediatamente para o Brasil, pois é exatamente no Rio de Janeiro que se localizam as suas coordenadas. Maia é tradutora e por coincidência, ela acaba de traduzir um livro de um escritor brasileiro, para o francês.  E é este mesmo escritor, Floriano que será seu guia na “Cidade Maravilhosa“.

As sete irmãs

As sete irmãs

A partir do momento em que Maia começa a revirar o seu passado ela se depara com histórias e situações que jamais poderia imaginar. Ela se comove muito com a história de amor de sua bisavó Izabela Bonifácio, que viveu um tórrido caso de amor que começou do outro lado do mundo, em Paris. Sua bisavó esteve diretamente ligada à construção de um dos monumentos mais famosos do mundo, o Cristo Redentor. Foi durante este processo que Izabela conheceu o grande amor de sua vida, o artista Laurent Brouilly, assistente do renomado escultor Paul Landowski.

Mais uma vez, Lucinda Riley superou todas as minhas expectativas. Sou apaixonada pelos livros dela e quando recebi As sete irmãs, sabendo que havia passagens pelo Brasil, não pensei duas vezes e larguei tudo para lê-lo. O que só fez aumentar ainda mais o meu amor pelos seus livros. Mais uma vez, me encantei, sofri e torci pelos seus personagens tão densos e reais. Aliás, nesta trama, Lucinda mesclou personagens reais com fictícios. Alguns personagens citados no livro, como Heitor da Silva Costa e Paul Landowski, realmente existiram e foram alguns dos responsáveis pela construção do Cristo Redentor. Fui pesquisar no Google e realmente é a história verdadeira da construção do monumento. Aliada à sua imaginação sempre muito fértil, Lucinda nos brinda com mais uma linda história de amor, que atravessa gerações.

As sete irmãs

As sete irmãs

O final deste livro me deixou estarrecida! Desejando muito pela sua continuação, que certamente será tão perfeita quanto esse. No próximo livro, conheceremos mais a fundo a segunda irmã, Ally. Eu mal posso esperar… Leitura excelente, super recomendo. Fãs de Romance de época certamente irão se encantar com As sete irmãs, assim como eu me encantei. Leiam!!!

As sete irmãs – Lucinda Riley
Novo Conceito
559 páginas
Comprar: Submarino||Saraiva||Americanas
5 estrelas2
08/09/2014
/