Browsing Tag:

Novo Conceito

As violetas de março – Sarah Jio

Posted in Livros by

Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar. Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta. Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades. As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade.

As violetas de março – Sarah Jio
Novo Conceito
Ano: 2013 / Páginas: 304
Comprar: AMAZON

30/10/2017
/

A desconhecida (Peter Swanson)

Posted in Livros by

3 - A desconhecidaUma história sombria, em uma atmosfera romântica e um quê de Hitchcock, sobre um homem que fora arrastado para uma trama irresistível de paixão e assassinato quando um antigo amor reaparece.de mentiras.
Em uma noite de sexta-feira, a rotina confortável e previsível de George Foss é quebrada quando, em um bar, uma bela mulher senta-se ao seu lado. A mesma mulher que desaparecera sem deixar vestígios vinte anos atrás. Agora, depois de tanto tempo, ela diz precisar de ajuda e George parece ser o único capaz de salvá-la. Será que ele a conhece o suficiente para poder ajudá-la?

Este é o segundo livro que leio do autor Peter Swanson. Li anteriormente “Eles merecem a morte” e gostei muito. Quer saber o que eu achei desse thriller? Vem conferir no vídeo. Ah, e se curtir o vídeo, não esqueça de deixar o seu like e se inscrever no canal ok? Beijos e até a próxima!

a desconhecida

A desconhecida – Peter Swanson
Editora Novo Conceito
Ano: 2015 / Páginas: 288
Comprar: AMAZON
4 star

02/10/2017
/

[Resenha] O Bangalô

Posted in Livros by

17 - O BangalôVerão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.
No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora.
Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.
O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas… Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.
A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

O Bangalô é uma história de amor nos tempos de Guerra. Annie é um enfermeira recém formada que vai encontrar seu amor verdadeiro na ilha de Bora Bora em meio a muito sofrimento e dor.Vem conferir minhas impressões sobre essa linda história de amor. Não se esqueça de dar seu joinha no vídeo se gostar dele. E se ainda não é inscrito no canal, inscreva-se para receber todas as novidades em primeira mão.

o bangalo - sarah jio

O Bangalô – Sarah Jio
Novo Conceito
Ano: 2015 / Páginas: 320
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
5 star

comprando

19/05/2016
/

[Resenha] A garota do penhasco

Posted in Livros by

52 - A garota do penhascoA Garota do Penhasco é um romance que enreda o leitor através de vários fios: a história de Grania Ryan e sua querida Aurora Devonshire, a garota do penhasco, nos fala sobre mudança de vida. A história das famílias Ryan e Lisle é um lindo conto sobre um século de mal-entendidos e rancor entre inimigos que se acreditam enganados por falcatruas financeiras. O caso de amor entre Grania Ryan e Lawrence Lisle comove por sua delicadeza e força vertiginosa que culmina em imensa tristeza. Mas, sobretudo, A Garota do Penhasco é um livro que mostra como é possível encontrar uma finalidade, um propósito, quando todas as esperanças parecem perdidas.

Mais um romance fascinante desta autora que já se tornou a tempos minha autora favorita de romances de época. Lucinda Riley tem o dom para tocar o coração do leitor e encantar com suas histórias que atravessam gerações. Dessa vez não foi diferente. A garota do penhasco é um livro encantador.

Grania Ryan acaba de sofrer uma grande perda em sua vida, devido a um aborto seus sonhos são brutalmente interrompidos. Sem saber como lidar com tamanha tristeza, ela acaba abandonando Matt, com quem vivia a oito anos em Nova Iorque e volta para a Irlanda, viver ao lado de seus pais em uma pequena propriedade rural. Sua intenção é colocar seus pensamentos em ordem e tentar amenizar um pouco dessa tristeza que a está consumindo. Só então poderá retomar sua bem-sucedida carreira de escultora. Mas o que Grania nem imagina é que justamente nesse lugar remoto do interior da Irlanda, é que vai encontrar um verdadeiro sentido para sua vida.

Ao avistar, na beira de um penhasco, uma menina frágil com um vestido esvoaçante Grania se aproxima da criança com um instinto de cuidado e preocupação. Aurora Devonshire, uma criança carente, mas extremamente esperta, imediatamente conquista o coração de Grania, que acaba depositando na menina todo o sentimento maternal que estava guardado dentro dela. Aurora é órfã de mãe, vive somente com o pai, que é muito ausente, em uma grande propriedade vizinha aos pais de Grania. A afinidade das duas é imediata e impressionante.

Ao comentar com a mãe sobre a menina que acabou de conhecer no penhasco e sobre a afinidade das duas, sua mãe imediatamente se mostra preocupada e pede para Grania se afastar desta criança. Sem entrar em muitos detalhes, a mãe apenas comenta que a família da menina, principalmente a mãe, Lily Lisle, já falecida, causou uma grande mágoa para sua própria família, portanto, não quer contato algum com qualquer membro daquela família que tanto os fez mal no passado.

a garota do penhasco

Mas a advertência da mãe é inútil e Grania está cada dia mais ligada em Aurora. Por isso, não pensa duas vezes quando o pai da menina, Alexandre Devonshire, pede que ela cuide de Aurora por algumas semanas enquanto ele parte de viagem a trabalho. A mãe de Grania fica transtornada em saber que a filha aceitou ficar naquela casa cuidando da menina por tanto tempo e então decide começar a contar toda a longa história das famílias Ryan e Lisle, que a muitas gerações são interligadas por laços de amor e ódio.

Quem nos conta uma parte dessas  histórias, ao longo de suas 528 páginas é a própria Aurora. Nas histórias do passado conhecemos pessoas incríveis como Mary e Jeremy, Anna, Sophie, Lily, cada um com sua carga de dramas e sofrimentos.  Lucinda trabalha muito bem seus personagens, desde o mais frágil até o mais determinado deles, fazendo com que seja impossível o leitora não se afeiçoar a esses personagens tão completos e críveis. Neste livro em particular, eu senti que a autora focou mais no lado dramático do que no lado romântico da vida de seus personagens.

O leitor não deve se assustar com o tamanho desses romances maravilhosos de Lucinda Riley. A narrativa da autora é tão envolvente, enlaça o leitor de uma tal maneira, que não sobra tempo de ter preguiça de ler ao ver o tamanho do calhamaço :) Aconselho a ter sempre a mão durante a leitura, um lencinho, pois inevitavelmente, em algum momento da trama você vai precisar. Eu não me canso de elogiar essa autora e de me admirar com tantos personagens tão reais que ela cria. Difícil é acreditar que não são  pessoas e histórias verdadeiras, que em algum momento da vida realmente existiram. Leitura super indicada. Eu amei!!! Leiam!

A garota do penhasco – Lucinda Riley
Novo Conceito
Ano: 2013 / Páginas: 528
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
5 star

05/11/2015
/

[Resenha] De repente Ana

Posted in Livros by

44 - De repente AnaAna decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste. Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação.
Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama. Muita gente está interessada no seu fracasso.

Ana  está feliz da vida! Já se acostumou com a ideia de que é a nova princesa da Krósvia, seu namoro com Alexander está cada vez mais firme e seu emprego na embaixada brasileira é perfeito. Ela decidiu se mudar de vez para Krósvia, viver ao lado de seu pai, mesmo sentindo muita falta da mãe que ficou no Brasil.  Sua vida nunca esteve tão perfeita… até que algo completamente inesperado acontece para pôr um fim a sua alegria.

De férias no Brasil com Alex, ela recebe uma notícia que jamais gostaria de ouvir. Seu pai, o rei de Krósvia sofreu um grave acidente e encontra-se  em coma.  Apavorada, ela e Alex voltam as pressas para Krósvia, mas não há muito o que se possa fazer a não ser esperar.

Os dias passam e nem sinal do rei acordar então Ana é procurada pelos assessores do rei com a notícia de que ela, a partir de agora é que irá governar o país. Sem ter a mínima noção do que fazer e assustadíssima com a quantidade de decisões que precisa tomar ela se sente desamparada sem a presença do pai ao seu lado. Ela vai contar com a ajuda Ivan, que lhe dirá o que fazer, como se comportar e principalmente como não agir em determinadas situações, o que a deixa muito irritada.

Além de todos os problemas enfrentados ao “tentar” governar a nação, seu relacionamento com Alex vai de mal a pior. Ciúmes e mal entendido estão ameaçando seriamente o namoro, o que só faz aumentar sua tensão. Mas o pior ainda está por vir, Ana não faz ideia do perigo que está correndo…

derepenteAna

 Sou muito fã da escrita da Marina Carvalho, já li Simplesmente Ana e Azul da cor do mar, ambos lançados pela Novo Conceito e adorei! A escrita dela é cativante e envolvente, deliciosa! Neste livro, De repente Ana, temos o ponto de vista de Ana e de Alex em capítulos alternados, o que tornou a leitura ainda mais interessante, pois ficamos sabendo a opinião dos dois sobre o mesmo fato. A autora também deu mais enfoque ao lado político na trama, já que Ana foi obrigada a assumir o lugar de seu pai sem entender praticamente nada da política de Krósvia.

Senti esse segundo livro mais intenso que o primeiro. Com toques de mistério, intriga, traição e suspense. Para mim que estou acostumada a ler muitos livros de crimes e mistério, foi óbvio o desfecho da trama. Mas como esse tema obviamente não é o foco do livro achei bastante interessante. Confesso que em vários momentos me irritei com o casal, principalmente com Alex, urgh, que cara mais irritante, ainda tô com birra dele, vamos ver se melhora no próximo livro.

O ponto alto do livro sem dúvida é a narrativa em si, com toques de humor e ironia na medida exata. Isso a Marina Carvalho domina. Tenho percebido uma evolução muito grande em cada novo livro que ela lança. Já estou com o próximo livro da série, Elena, e será uma de minhas próximas leituras. Confira também a resenha de Simplesmente Ana. Não deixe de ler! Eu super recomendo :)

De repente Ana – Marina Carvalho

Novo Conceito

320 páginas

Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino

4 star

tag sobre a autora

marina carvalhoMarina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes. Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e ficava esperando ansiosamente pela chegada delas todos os meses. Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação de uma empresa por sete anos. Hoje é professora de língua portuguesa e literatura na Escola Nossa Senhora Auxiliadora. Mora em sua cidade natal com o marido e os dois filhos.

22/09/2015
/

[Resenha] Neve na Primavera

Posted in Livros by

34 - Neve na PrimaveraSeattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

Eu amo ler livros de inverno no inverno. E quando li a sinopse de Neve na Primavera, fiquei muito interessada pela trama e quis logo lê-la, já que a um bom tempo eu vinha querendo conhecer a escrita da autora Sarah Jio. Não poderia ter feito melhor escolha, este livro é maravilhoso, mais um que entrou para minha lista de favoritos. Falei um pouquinho sobre ele no vídeo. Se curtir, não esquece de dar um like, assim estará ajudando muito na divulgação do meu canal. Beijos!

RESENHA NEVE NA PRIMAVERA650

Neve na Primavera – Sarah Jio

Novo Conceito

336 páginas

Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino

favorito star

 

15/07/2015
/

[Resenha em vídeo] A lista

Posted in Vídeos by

30 - A listaKitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente.
Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira. Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.

capa resenha a lista 650

Mais um livro da Cecelia Ahern que tocou meu coração. Essa autora tem o dom de mexer com o leitor, com sua narrativa emocionante e cheia de significados. Confiram o vídeo que gravei falando um pouquinho sobre minha experiência com o livro “A lista”, lançado recentemente pela Editora Novo Conceito. Se gostou do vídeo, de um like assim me ajudará muito na divulgação e se você ainda não se inscreveu no canal, inscreva-se e receba todos os vídeos em primeira mão.


A lista – Cecelia Ahern

Editora Novo Conceito

384 páginas

Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino

4 star

28/06/2015
/

[Resenha] A mais pura verdade

Posted in Livros by

15 - A mais pura verdade (ABRIL)Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.
Mas, em certo sentido, um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunc melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.

Lendo a sinopse de A mais pura verdade, a primeira coisa que se pensa é “Ah, mais um sick lit vindo na onda de A culpa é das estrelas”. Mas ao ler as primeiras páginas já se percebe que é uma história muito mais delicada e não tão dolorosa quanto ACDE. Este livro não é focado na doença em si, mas sim na força de vontade e no desejo de realizar seu último desejo antes da morte iminente.

Mark está cansado de lutar, cansado de hospitais, cansado de cochilos dramáticos pela casa, cansado de saber que apesar de sua pouca idade, seu fim está próximo. Munido de uma coragem extraordinária e de seu fiel companheiro, o cachoro Beau, ele parte em uma aventura que tem tudo para ser a última de sua vida. Seu sonho é escalar o Monte Rainier. Sonho este, que ele prometeu ao seu avô, no seu leito de morte, que realizaria pelos dois.

Mark nunca pensou que seria fácil. Mesmo com tudo planejado, algum dinheiro, comida, sua inseparável câmera fotográfica e seu caderninho de anotações, ele parte rumo ao seu sonho. No meio do caminho ele vai se deparar com muitos perigos,  pessoas muito más, mas também encontrará anjos, que ele tem certeza que estão ali para protegê-lo. O  tempo todo ele estava ciente de que encontraria muitas barreiras no caminho, mas não desistiria por nada.

A única pessoa que sabe para onde Mark está indo é Jessie, sua a melhor amiga de infância. Mesmo sem ele ter dito explicitamente para onde estava indo, ela sabe, do fundo do coração que seu amigo foi em busca de seu sonho. O grande dilema de Jessie agora é contar ou não aos pais de Mark onde ele está. Sua grande dúvida é salvar o amigo ou deixá-lo viver seu sonho.

A mais pura verdade

A mais pura verdade

A mais pura verdade é uma linda história de amizade e coragem. Confesso que demorei um pouquinho a me acostumar com a ideia de que um menino de apenas 12 anos tenha elaborado um plano tão meticuloso e tenha tido a coragem de fugir de casa, viajando cerca de 400 km para chegar a uma montanha  de neve, enfrentando frio, fome e os efeitos de sua doença. Felizmente consegui relevar esse fato, que costuma me incomodar bastante em histórias com personagens infantis.

Eu preferi pensar que a doença acabou encurtando a infância de Mark e todo o seu sofrimento se transformou em coragem e maturidade. O relacionamento do menino e seu cachorro é tocante. As partes mais dramáticas da trama sempre envolvia o cachorro Beau. Impossível não se encantar pelo cãozinho tão dócil e tão pequenininho, que viajava escondido na mochila de Mark.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo próprio Mark  e também possui capítulos intercalados, narrados em terceira pessoa, geralmente expondo os sentimentos dos pais de Mark e de sua amiga Jessie. A capa do livro representa um dos momentos mais tensos da trama, impossível não se emocionar nesse trecho. O livro é bem fininho, li em um dia. Quer saber como termina essa aventura de Mark e Beau? Então leia A mais pura verdade e emocione-se com essa história de amor, amizade e coragem.

A mais pura verdade – Dan Gemeinhart
Novo Conceito
224 páginas
Comprar: Amazon|Americanas|Saraiva|Submarino
4 star
sobre o auttorDanGemeinhart
 

Dan Gemeinhart vive em uma cidadezinha bem no meio do estado de Washington com a esposa e s três filhas. Ele tem a sorte de ser professor e bibliotecário em uma escola primária, onde pode falar sobre livros incríveis para crianças incríveis. Dan adora acampar, cozinhar e viajar. Ele também toca violão (mal) e lê (o tempo todo). Sua casa é sempre uma bagunça, mas ele é feliz demais. A mais pura verdade é seu primeiro livro.

 

 

13/04/2015
/

[Resenha] Boa noite, estranho

Posted in Livros by

7 - Boa noite, estranhoPara Kate Klein, que, meio por acaso, se tornou mãe de três filhos, o subúrbio trouxe algumas surpresas desagradáveis. Seu marido, antes carinhoso e apaixonado, agora raramente está em casa. As supermães do play-ground insistem em esnobá-la. Os dias se passam entre caronas solidárias e intermináveis jogos de montar. À noite, os melhores orgasmos são do tipo faça você mesma.

Fui surpreendida pelo livro Boa noite, estranho logo nas primeiras páginas. A história  não foi exatamente o que eu esperava, mas de qualquer modo, me surpreendeu positivamente. Eu esperava um thriller com ação e mistério, e o que eu encontrei foi uma trama mega engraçada.

Após abandonar sua carreira de jornalismo ao se casar e engravidar, Kate Klein leva hoje uma vida típica de mães classe média alta de  Upchurch, Connecticut. Seu tempo é dividido entre levar os filhos, Sophie de 4 anos e os gêmeos de 3 à escola, ao parquinho, às festinhas e eventos beneficentes. Kate não suporta o jeito afetado das outras mães do bairro, sempre impecáveis, vivendo exclusivamente em função de seus filhos super saudáveis e de sua casa metodicamente organizada. Apesar de tentar muito se encaixar nessa sua nova vida, Kate sabe que definitivamente não nasceu para isso.

“Dois diplomas em literatura inglesa, uma carreira na cidade de Nova York, e foi aqui que eu vim parar, na porta de uma quase estranha, num subúrbio elegante e afastado de Connecticut, com os cabelos despenteados e uma sacola de pirulitos para suborno, arrastando três crianças com menos de 5 anos.”

Mas o tédio dá adeus à sua vida, quando ela encontra uma de suas vizinhas morta, com uma faca cravada nas costas. Após investigações, a polícia não consegue encontrar nenhuma pista. E aí que entra Kate, que decide investigar por conta própria o mistério da morte de sua vizinha. Mas isso não vai ser uma tarefa fácil, já que sua vida é tão corrida. Kate vai contar com a ajuda de sua melhor amiga Janie. Juntas conseguem descobrir alguns fatos interessantes do passado da falecida e levantam uma lista grande de suspeitos, que poderiam querer acabar com a vida de sua vizinha.

Boa noite. estranho

Boa noite. estranho

É a primeira vez que me deparo com essa mistura de gêneros, humor e thriller, mas posso afirmar que gostei muito, afinal, são meus gêneros favoritos. Kate é uma personagem hilária, honesta consigo mesma e com seus sentimentos. Faz piada de sua própria desgraça. Quem é mãe certamente vai se identificar com pelo menos uma das situações causadas pelos filhos de Kate. Janie, é sem dúvida uma de minhas personagens favoritas, aquela melhor amiga que todas sonham em ter, fiel, dedicada, verdadeira, descolada e rica  :)

Juntamente com o clima de humor e mistério, a autora também acrescentou na história pitadas de romance, entre Kate e seu grande amor, que volta para sua vida inesperadamente, abalando seu casamento já fragilizado. A narrativa é feita em primeira pessoa por Kate, o que dá uma maior impressão de intimidade com a personagem. Me diverti muito com a leitura, tanto com as peripécias maternas de Kate quanto com sua carreira de detetive. Leitura leve e despretensiosa, com muitas risadas garantidas. Recomendo! Leiam!

Boa noite, estranho – Jennifer Weinner
Novo Conceito
432 páginas
Comprar: Amazon|Saraiva
4 estrelas
 
sobre a autora
 
jennifer weinerJennifer Weiner é uma escritora judia americana, produtora de televisão, e ex- jornalista. Mora na Filadélfia-Pensilvânia. Ela nasceu em DeRidder, Louisiana , onde seu pai era médico do exército, mudou-se para Simsbury , Connecticut , onde passou a infância. Seu primeiro romance, Good in Bed , é vagamente baseado em sua vida, para jovens adultos . Em 2005, seu segundo romance, Em Seu Lugar (2002), foi transformado em um longa-metragem estrelado por Cameron Diaz , Toni Collette e Shirley MacLaine pela 20th Century Fox.  Ela se auto-denomina Feminista.
19/02/2015
/

[Resenha] O lago místico

Posted in Livros by

3 - O lago místicoEsposa e mãe perfeita, Annie vê o seu mundo desabar de uma hora para outra quando é abandonada pelo marido. A fuga momentânea é para Mystic, a pequena comunidade onde ela cresceu e onde o seu pai ainda vive. Lá, Annie começa a se reerguer novamente, descobrindo o amor por si mesma, por um velho amigo solitário e por uma garotinha que acaba de perder a mãe. Tudo está se encaixando na vida de Annie. Nick e Izzy se tornaram uma parte importante de seu processo de cura, e ela também se tornou essencial para a sobrevivência da relação entre pai e filha. Até que o seu ex-marido reaparece… e a tranquilidade rapidamente dá lugar ao desespero. Kristin Hannah encanta mais uma vez com uma história comovente, sensível e verdadeira sobre perda, paixão e os fios frágeis que unem as famílias.

Quanto mais eu leio Kristin Hannah, mais me encanto com sua sensibilidade e sua facilidade de tocar o leitor. Em O lago místico, conhecemos Annie, 39 anos,  esposa dedicada e mãe zelosa que vê seu mundo desmoronar ao ser surpreendida pelo pedido de divórcio repentinamente.  Como se não bastasse, sua filha adolescente está saindo de casa, indo para a faculdade. Arrasada, completamente perdida, sem saber o que fazer da vida, ela busca refúgio em Mystic,  sua pequena cidade natal, onde seu pai ainda vive.

Sua chegada à Mystic lhe desperta sentimentos a muito tempo guardados. Saudades de sua infância e adolescência ao lado dos melhores amigos. Saudades da vida pacata e sem preocupações que viveu antes de abandonar a pequena cidade em busca de um futuro melhor. Com o passar dos dias, Annie consegue superar a depressão que a estava tomando e se sente mais forte, consegue retomar o amor próprio e decide tocar sua vida.

Ao procurar pelos seus melhores amigos, Khathy e Nick, ela acaba tomando um grande choque ao descobrir que Khathy está morta, se suicidou  e seu marido Nick e a filha do casal, Izzy, de apenas 6 anos, sofre enormes consequências psicológicas pela perda da mãe. Nick é policial na pequena cidade e ultimamente anda completamente perdido, desde a morte da esposa, a 8 meses. Sua filha parou de falar e apresenta outros danos, sempre envolvendo a dificuldade de socialização. Por esse motivo, foi afastada da escola.

o lago místico

Annie quer muito se sentir útil e então se oferece para cuidar da menina. Mesmo sabendo não ser uma tarefa fácil, ela vai dar o melhor de si para que a pequena Izzy possa voltar a viver em paz. Inevitavelmente, com a aproximação de Annie e Nick, uma chama antiga volta  a se acender, já que antes de Nick namorar Khaty, ele tinha se interessado por Annie. A grande paixão do casal acaba sendo o remédio que ambos precisam para continuar vivendo, até que algo inesperado acontece, o marido de Annie a procura pedindo perdão e querendo reatar o casamento. Agora, ela tem a decisão mais difícil de sua vida, o que fazer? Voltar para sua vida de luxo e riqueza ao lado do marido ou se entregar de vez a essa paixão que ficou encubada por anos e anos e agora tem a chance de acontecer?

O que mais me atrai nos livros de Kristin Hannah é a verdade que ela transmite em sua escrita. Sempre com sentimentos reais, críveis a qualquer tipo de pessoa.  As dúvidas e incertezas que seus personagens sofrem é o que poderia acometer qualquer um de nós leitores. Temas como traição, abandono, esperança e amor próprio são muito bem explorados pela autora. Assuntos que nos fazem refletir sobre nossa própria vida.

A relação entre pai e filha e entre Annie e Izzy é tocante, aliás, Izzy é a personagem mirim mais doce e carismática de que me lembro. Sempre tive uma certa irritação com personagens infantis em livros adultos, mas dessa vez, fui conquistada desde o começo pela pequena Izzy. Ela consegue ser madura de um jeito delicado, de quem aprendeu com a tragédia a não ser piegas demais. É comovente ver a carência de mãe ( já que está morta) e também a carência de pai, que no meio do seu sofrimento interior, acaba se esquecendo da filha pequena.Não cheguei a chorar com essa história, mas confesso que caíram alguns ciscos no meu olho durante a leitura. Uma trama comovente, realista, muito bem escrita por quem realmente sabe tocar o leitor. Leitura super recomendada. Leiam!

O lago místico – Kristin Hannah
Novo Conceito
365 páginas
Comprar: Submarino||Saraiva||Americanas
4 estrelas
sobre a autora
 

kristin

 

 
Kristin Hannah  é autora de 18 livros que já venderam mais de 8 milhões de exemplares no mundo. Ela largou a advocacia para se dedicar à sua grande paixão: escrever. Tem um filho e mora com o marido no noroeste dos Estados Unidos e no Havai.
.
 
Skoobpic010demoji_16850470decoojpFacebookpic010demoji_16850470decoojpTwitterpic010demoji_16850470decoojpInstagrampic010demoji_16850470decoojpYou tubepic010demoji_16850470decoojpFilmowpic010demoji_16850470decoojpPinterest

 

 

 

31/01/2015
/